Governo estuda formas de contratação com menos esforço para empresas

Workbooks: Nas últimas semanas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que queria retomar o projeto da Carteira Verde e Amarela (Dedoc/VEJA).

O ministro das Finanças Especiais do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que o governo está trabalhando em um novo marco de trabalho, com redução de custos para contratações.

Nas últimas semanas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que ele é o projeto da "Carteira Verde e Amarela", regime com menor incidência de pressões trabalhistas. "Medidas para o emprego ainda estão sendo desenhadas e serão curtas &#8221kommuniziert;, disse ele.

Em um briefing virtual na quinta-feira, o secretário disse que o governo retomará a agenda de reformas uma vez que a pandemia sair"

Veja também
  • ECONOMIADesemprego sobe em maio para 12,9% com recorde na população ocupadaquery_builder 30/06, 2020-09h06

Ele observou que o governo tem em uma reforma tributária com " redução da complexidade &#8221gearbeitet ; e como parte da agenda de marcos legais para o setor de petróleo e gás, ferrovia, cabotagem e energia, além de falecidos e cita autonomia-lei do banco central.

De acordo com o secretário, ainda sobre a Extensão em caso de benefícios emergencial, programa que suspende a suspensão e redução de contratos trabalhistas, e que o impacto no déficit primário será divulgado quando os detalhes forem fechados.

Na quinta-feira, o ministério divulgou novas projeções que estimam que o déficit primário do setor público este ano de 826,6 bilhões de reais, o que equivale a 12% do PIB. As previsões já estão considerando estender a ajuda emergencial de 600 reais por mais dois meses, conforme anunciado nesta semana.