Mourão defende aproximação do governo com partidos do centrão

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu nesta segunda-feira (13) que o Congresso terá que discutir a criação de um imposto sobre transações financeiras --nos moldes da antiga CPMF — no bojo da reforma tributária, já que o imposto estava na proposta inicial de reforma tributária do governo e é apoiado por parte dos empresários.

Mourão reconhece que Bolsonaro é contra a proposta

"Eu acho que tem de ser discutido. O presidente é contra, tá bom, ele não quer jogar esse assunto na mesa, por causa da memória da antiga CPMF, mas a gente sabe que nosso sistema tributário é complicado", disse o vice-presidente em uma live organizada pelo fundo Genial Investimentos.