Renato Primavera é eleito ministro da Educação, dizem fontes

O presidente Jair Bolsonaro pode estar perto de anunciar o novo ministro da Educação. Bolsonaro já teria feito um convite a Renato pen, secretário de educação do Paraná, observou ose .

A informação também foi confirmada pela Veja, G1 e Estadão. Por telefone, a assessoria de imprensa da MECs informou que ainda não tinha nenhuma informação oficial sobre o caso. A Secretaria Especial de Comunicação Social, responsável por comunicar a Presidência da República, ainda não se manifestou.

A caneta havia se reunido com Bolsonaro antes da eleição de Carlos Alberto Decotelli, que se demitiu nesta semana após denúncias sobre desentendimentos em seu currículo. No entanto, o secretário do Paraná não foi selecionado. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, na semana passada, Bolsonaro havia pedido à caneta para agradecer sua disponibilidade para o cargo, e teria dito que preferia deixar alguém mais velho. Decotelli tem 70 anos de idade e pena, 42.

A expectativa é de que o anúncio seja feito ainda nesta sexta-feira, 3. Nesta quinta-feira, 2., Bolsonaro foi ainda mais longe para dizer que foi o ministro "hoje mesmo", mas não volta a comentar o caso ontem.

De acordo com fontes, o presidente teria primavera para sua relação com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O entrepre, que é sócio fundador da empresa brasileira de tecnologia Multilaser, doou 120.000 reais da campanha do tucano para prefeito-seu nome não apareceu na campanha para governador.

No Paraná, seus contatos com empresários e terceiro setor conseguiram ser nomeados depois de Ratinho Júnior (PSD) para a obra, no ano passado. Durante a pandemia, o Estado é um dos que se acostumou excelentemente a criar rapidamente um sistema de ensino a distância bem estruturado com aulas online.